Existem muitas versões nossas. Temos diversos Eus do passado e Eus do futuro, e uma das coisas que mais gosto é promover interação entre essas minhas versões. A gente encontra essas versões diariamente, e podemos aproveitar esses encontros!

Eu, por exemplo, adoro deixar coisas prontas ou facilitadas para o meu Eu do futuro, seja uma comida, uma mala, algo que quando chegar naquele momento vou agradecer à mim pelo cuidado e pelo carinho. Você já experimentou fazer isso? É uma delícia!

Hoje foi o meu eu do passado que me salvou. Deitada na cama, meia noite e meia, me lembrei: Meu Deus, o post de hoje!

Então me sentei no notebook e encontrei uma lembrança do Facebook, de três anos atrás, um texto lindo (com reflexão e tudo!) que meu Eu do passado preparou pra gente. Deixo ele aqui pra você:

[Talvez você não esteja vendo o VERDADEIRO PREÇO das coisas]

Tudo na vida tem um “preço”, algo que damos em troca, mesmo sem perceber: Muitas leis falam sobre isso – a lei da causa e efeito, a lei do equilíbrio. Acontece que tem gente pagando um preço muuuuuuito caro por coisas que a alma dela nem queria. E tem gente deixando de fazer coisas que a alma adoraria por achar que vai ser caro, mas nem pesquisou o preço. E olha que dessa vez eu não estou falando de dinheiro!

🤦‍♀️

Eu te sugiro um exercício hoje: Vamos avaliar os custos emocionais da sua vida? O que é um custo emocional? É tudo aquilo que te custa a paz, a tranquilidade, a alegria, a leveza, a espontaneidade. É tudo aquilo que te deixa sem energia, nervoso, cansado, irritado.

☁️

Viver a vida dos seus sonhos vai ter um preço, mas viver o sonho de outra pessoa pode ser um absurdo de caro pro seu custo emocional.

😮

Deixar de escolher também é uma escolha, deixar de decidir também é uma decisão e isso até a Marília Mendonça sabe: “Não receber mensagem também é mensagem”.

😳

A conta aqui de hoje é: quanto realmente está me custando manter essa situação na minha vida? É um preço que estou disposto a pagar? Poderia estar vivendo algo completamente diferente por um custo muito menor e um lucro muito maior?

✨

E com essa reflexão, boa semana pra nós! (ou no caso da Gabi de hoje, bom final de semana!)

Até amanhã!


Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.