Impor limites conscientes e delimitar o seu espaço pessoal! Sim! Vem comigo que no caminho eu te explico!

Esse é um dos assuntos que mais tratei em sessões terapêuticas, sabia? Tanto que em 2018 eu escrevi esse texto aqui em um formato de post no Facebook:

“A melhor maneira de aprender sobre limites é com nossos amigos animais e crianças. Parece que o bicho adulto é o único que tem problemas com isso,rs!

Já percebeu que, quando nos aproximamos de um animal, vamos com cuidado, respeitando o espaço dele… E se fazemos qualquer invasão do espaço pessoal que ele considera perigoso ele te ataca? Simples assim! Sem pensar se vc vai embora, se vai ficar chateado, se vai brigar. Ele ataca e pronto. O espaço pessoal é dele, o invasor é você.

Com uma criança não é muito diferente: “Não faz assim!”, “Não gosto disso”, “Não quero isso”, “Se vc fizer desse jeito não brinco mais”. Elas também não estão preocupadas se você vai gostar ou não. Ultrapassou? Elas te deixam saber.

Qual é o meu ponto aqui? Que a gente tem que atacar toda vez que alguém entra no nosso espaço pessoal sem ser convidado? Não, pois nós conhecemos maneiras menos selvagens de fazer isso: Dizendo não, impondo limites conscientes e delimitando nosso espaço pessoal.

Quando a gente diz “sim” querendo dizer “não”, a gente não está preocupado se o outro vai ficar triste, chateado… a gente está preocupado com o que ele vai pensar da gente, e se ele for embora a gente vai ficar sozinho. Isso é uma bela de uma carência disfarçada de altruísmo!

Respeito é bom e todo mundo gosta! Quer começar a ser mais respeitado? Comece respeitando! Respeite VOCÊ o seu espaço pessoal, sem se levar além do seu limite pelo outro. Respeite VOCÊ o seu tempo e o seu valor. PARE de dizer sim quando você quer dizer não! E essa vibração vai sendo emanada e vai se expandindo para as pessoas ao seu redor.Você ensina as pessoas como quer ser tratado por elas pela maneira que VOCÊ SE TRATA, e não pela maneira que trata a elas.

Limite não é obstáculo ou bloqueio. Limite é ótimo se for usado com consciência e sabedoria!”

Grande parte do nosso mal-estar é causado pela dificuldade que muitas pessoas têm em dizer não. Você não precisa fazer parte dessa estatística! Amanhã eu volto com sugestões de como você pode facilitar esse processo na sua vida, ok?

Até amanhã!


Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.